quinta-feira, 17 de outubro de 2019 |   Pesquisar
 Quer publicar notícias e anúncios em seu site? Use o nosso módulo de Anúncios (Announcements)!

O módulo de Anúncios é muito simples, prático e fácil de usar. Você pode publicar notícias com imagens, saber quantas vezes a notícia foi acessada, colocar uma data para publicação (a notícia pode aparecer no seu site somente a partir de uma data escolhida por você) e data para expiração (a notícia desaparece do site após a data escolhida para expiração), entre muitos outros recursos.

.

O módulo de Anúncios é muito simples, prático e fácil de usar. Você pode publicar notícias com imagens, saber quantas vezes a notícia foi acessada, colocar uma data para publicação (a notícia pode aparecer no seu site somente a partir de uma data escolhida por você) e data para expiração (a notícia desaparece do site após a data escolhida para expiração), entre muitos outros recursos.

.

  
 Anúncios
PERÍODO DE AUSÊNCIA - terça-feira, 6 de maio de 2008
A legislação trabalhista não dispõe a respeito do prazo de ausência injustificada para caracterização do abandono de emprego. A jurisprudência trabalhista fixa a regra geral, de falta de mais de 30 dias ou período inferior se houver circunstâncias evidenciadoras.
 Enunciado TST nº 32:
 
ABANDONO DE EMPREGO - terça-feira, 6 de maio de 2008
 O abandono de emprego constitui falta grave, o que enseja a rescisão por justa causa do contrato de trabalho, conforme a CLT, artigo 482, alínea "i".
 Tal falta é considerada grave, uma vez que a prestação de serviço é elemento básico do contrato de trabalho, então a falta contínua e sem motivo justificado é fator determinante de descumprimento da obrigação contratual. 
 
CONFIGURAÇÃO - terça-feira, 6 de maio de 2008
O abandono de emprego configura-se quando estão presentes o elemento objetivo ou material e o elemento subjetivo ou psicológico. 
 
PERÍODO DE AUSÊNCIA - terça-feira, 6 de maio de 2008
A legislação trabalhista não dispõe a respeito do prazo de ausência injustificada para caracterização do abandono de emprego. A jurisprudência trabalhista fixa a regra geral, de falta de mais de 30 dias ou período inferior se houver circunstâncias evidenciadoras.
 Enunciado TST nº 32:
 
ABANDONO DE EMPREGO - terça-feira, 6 de maio de 2008
 O abandono de emprego constitui falta grave, o que enseja a rescisão por justa causa do contrato de trabalho, conforme a CLT, artigo 482, alínea "i".
 Tal falta é considerada grave, uma vez que a prestação de serviço é elemento básico do contrato de trabalho, então a falta contínua e sem motivo justificado é fator determinante de descumprimento da obrigação contratual. 
 
CONFIGURAÇÃO - terça-feira, 6 de maio de 2008
O abandono de emprego configura-se quando estão presentes o elemento objetivo ou material e o elemento subjetivo ou psicológico. 
 
  
 Informações para contato

Grupo MM Software - Rua: Xavier Pinheiro 281 - Vila Mathias
Santos / SP - CEP 11015-090. Tel: (13) 3324-9799

Grupo MM Software - Rua: Xavier Pinheiro 281 - Vila Mathias
Santos / SP - CEP 11015-090. Tel: (13) 3324-9799

  
 
Copyright 2012 - Grupo MM SoftwareTermos de Uso | Declaração de Privacidade | Conecte-se